Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/520
Título: A dimensão educativa da mística sem terra: a experiência da Escola Nacional Florestan Fernandes
Autor(es): MUNARIM, Antônio
MEDEIROS, Evandro Costa de
Palavras-chave: EDUCAÇÃO NO CAMPO;TRABALHADORES RURAIS;ASSENTAMENTOS RURAIS
Data do documento: 2002
Editor: Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação
Resumo: O presente trabalho trata de uma análise sobre o caráter educativo da Mística Sem Terra, desenvolvida pelos educadores e educandos do Curso Básico de Formação de Militantes da Escola Nacional "Florestan Fernandes", pertencente ao MST. Resulta diretamente da vivência (pesquisa participante) realizada junto ao coletivo de militantes Sem Terra durante os 3 meses de atividades pedagógicas da XVII Turma do Curso de Formação Política. Assumindo a mística em um sentido sociopolítico e ideológico, buscou-se demonstrar de que modo ela se desenvolve no interior da escola como uma celebração coletiva (realizada através da combinação de várias linguagens artísticas, tendo como objetivo revigorar as forças e (re)alimentar o ânimo militante dos sujeitos em luta) e como uma manifestação cotidiana (que se expressa através das relações sociais, estimuladas por um determinado comportamento individual ou coletivo). A partir disso e ao estimular a reflexão crítica sobre a realidade, a mobilização social (ação direta), o resgate da memória, o cultivo de utopias e a produção de valores humanistas, buscou-se refletir sobre a forma pela qual a mística se apresenta: como um importante instrumento pedagógico capaz de contribuir para a transformação cultural do indivíduo e para a consolidação de uma identidade coletiva dos sujeitos sociais, fortalecendo-os para a luta por uma nova ordem social (hegemonia). No bojo dessa reflexão, compreendendo a mística como uma prática capaz de alimentar a sensibilidade humana para questões sociais e estimular a cidadania ativa, sustentou-se também sua contribuição no processo de (re)humanização das pessoas e a sua afirmação como um dos pilares de sustentação da força política do MST.
Descrição: Depositárias: Biblioteca BU/PPGE UFSC
URI: http://www.bdae.org.br/dspace/handle/123456789/520
Aparece nas coleções:Educação no Campo

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador