Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdae.org.br/jspui/handle/123456789/300
Title: Empoderamento: formação cidadã em fé e alegria
Authors: SCHROEDER, Pedro Canísio
STRECK, Danilo Romeu
Keywords: MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO POPULAR INTEGRAL E PROMOÇÃO SOCIAL;EDUCAÇÃO POPULAR;MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO POPULAR;EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA;FUNDAÇÃO FÉ E ALEGRIA
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: SCHROEDER, Pedro Canísio. Empoderamento: formação cidadã em fé e alegria. 2004. 153f. Dissertação (Mestrado em Educação) Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Programa de Pós-Graduação em Educação. 2004. São Leopoldo, Rs. Orientador(a):Danilo Romeu Streck
Abstract: O presente trabalho, Empoderamento: formação cidadã em Fé e Alegria, foi desenvolvido a partir de três experiências educacionais do Movimento de Educação Popular Integral e Promoção Social, uma Federação Internacional. O Movimento surgiu em 1955, na Venezuela, e hoje está presente em 14 países latino-americanos e na Espanha. Atua no campo da Educação Popular com programas de educação formal, não formal e informal e sua proposta é desenvolver com os mais pobres uma educação que seja da melhor qualidade possível. Realiza suas atividades em uma rede de 2.830 unidades educativas, das quais 922 são escolas de educação formal, 46 emissoras de rádio, 671 centros de educação à distância, 1.187 centros de educação não formal. Nesta rede de centros, atende diretamente a 1.060.000 pessoas, entre elas, crianças, jovens e adultos. Envolve 33.750 agentes, dos quais 97,4% são leigos/leigas, e 2,6% são religiosos/religiosas. Como resultados e impacto do seu trabalho, a instituição quer contribuir, em parceria com outros atores sociais, com um movimento de transformação social. O objetivo deste trabalho é, a partir da análise de três experiências em diferentes países (Peru, Colômbia e Brasil), compreender o nível de formação empoderadora de seus educandos e agentes com vistas a contribuir com a recriação da proposta do Movimento. As referências para o estudo foram os princípios institucionais do Movimento e outros teóricos, tais como, Paulo Freire, Marco Raúl Mejía, Enrique Dussel e Carlos Rodrigues Brandão. As experiências estudadas proporcionaram uma riqueza de elementos, tanto sobre aspectos positivos como limites que abrem possibilidades para a recriação da proposta. As experiências aprofundadas envolvem programas com educação formal e não formal. Elas são portadores de características comuns, como por exemplo, a coerência com os princípios do Movimento. A identificação dos agentes com os princípios e a proposta contribui para que os mesmos se sintam como integrantes e colaboradores de um grande movimento de Educação Popular em prol dos mais pobres. Há também peculiaridades em cada uma delas, por exemplo, a forma como organizam o trabalho e a relação dos gestores institucionais com o poder público. Em duas destas, há um vínculo estreito com o sistema público de ensino do país, inclusive com um nível de autonomia estrito. A dinâmica, a forma organizativa dos trabalhos no desenvolvimento das atividades educativas, são próprias em cada país e com bons resultados. O compromisso com a proposta e qualificação dos agentes e a boa infra-estrutura física contribuem para que exista um clima favorável nos centros educativos para o desenvolvimento dos trabalhos. As instituições proporcionam uma educação empoderadora de sujeitos para exercerem a sua cidadania em conjunto com os demais.
Description: Biblioteca Unisinos
URI: http://www.bdae.org.br/dspace/handle/123456789/300
Appears in Collections:Educação em Comunidades

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools